#prontofalei

Achei perfeitamente ridícula a atitude da Black Bloc que decidiu pedir “asilo político” à Argentina. Perdão, mas o que é que ela esperava? Que sair quebrando as coisas por aí — ou ajudando outros a quebrarem, tanto faz — não fosse dar galho? Que o Exército a condecorasse com a Medalha do Pacificador no dia 7 de setembro?

Não sabe brincar não desce pro play, pombas.

Por conta disso, levei umas chamadas do pessoal que apóia os Black Blocs, lamentando o meu “equívoco”. Para eles, os BBs existem para “defender os manifestantes da tropa de choque” e “o direito de ir e vir das pessoas”.

Ah bom, desculpem — eu me esqueci que vocês são os novos Heróis Incompreendidos da Pátria! Pena que, até agora, tudo o que tenham conseguido fazer tenha sido o jogo do poder, afastando a população das ruas. Ou vocês acham que podem quebrar tudo por onde passam impunemente, e que todos vão achar bonitinho e agradecer pelo favor?

Em que mundo vocês vivem?!

Lamento, mas o que vocês estão fazendo tem um bom nome genérico: palhaçada. Então vocês acham que aquele monte de gente que foi para as ruas em junho não gostaria de repetir a dose em setembro? E vocês acham que as pessoas só não foram às ruas porque preferiram ficar em casa, hipnotizadas pelo Poder Maléfico da Globo?

Ora, tirando o sequestro das manifestações por Black Blocs, Ninjas & similares, nada mudou desde então; a corrupção continua a mesma, o governo continua cagando e andando para o povo e o grito de todos nós, brasileiros, continua entalado na garganta.

E, ainda assim, ninguém foi às ruas.

Acontece que a maioria das pessoas, a vasta, imensa maioria, quer se manifestar EM PAZ — e essa maioria perdeu esse seu direito porque uma minoria colonizada que não tem vergonha de usar nome em inglês para se auto definir e de queimar a bandeira nacional acha que manifestação tem que ter quebra-quebra para que “o governo entenda”.

Violência gera violência. Quando vocês vão para a rua brincar de guerra com a carinha coberta a polícia aceita alegremente o desafio: descer o pau nos outros é com ela mesma. Em português, chama-se a essa atitude temerária de cutucar a onça com a vara curta, ou “to poke the jaguar with a short stick”, para falar na língua dos Black Blocs.

Quem perdeu o direito de ir e vir fomos nós, brasileiros comuns — a quem vocês chamam de coxinhas ou de reacionários, porque acreditamos que virar lixeira, saquear loja, destruir banca de jornal, incendiar carro de reportagem, quebrar mobiliário urbano e agência bancária é coisa de cafajeste.

Nós sim, perdemos o sagrado direito de irmos para as ruas e de nos manifestarmos, sem cair no meio de uma batalha campal. Tudo o que a polícia não precisa é do incentivo de mascarados baderneiros para vir com tudo para cima da população; já nos basta termos que enfrentá-la como ela é, sem o seu precioso auxílio.

A essa altura, graças a vocês, o que poderia ter sido uma linda festa de cidadania, com milhões de brasileiros protestando nas ruas, acabou sendo mais uma bisonha demonstração de intolerância — vencida, com folga, pela polícia. Que vai, a despeito de sua criminosa brutalidade, conquistando o apoio da população, diante da destruição fútil e cotidiana das ruas da sua cidade.

É isso mesmo que vocês querem?

O governo, nem preciso dizer, está com o peito em festa e o coração a gargalhar. Assim que voltar de Paris, Sérgio Cabral vai contratar Eike Batista para instalar a estátua de um grupo de Black Blocs na Cinelândia, em agradecimento aos inestimáveis serviços prestados.

Anúncios

70 respostas em “#prontofalei

  1. Às vezes releio esse seu post, sempre não chego no final. O primeiro parágrafo já me desanima. Como você pode declarar que uma ação é ridícula se não a conhece? Você só sabe o que aconteceu porque resquícios da história saíram na mídia. Tenho absoluta certeza que não procurou a família ou a própria menina para saber a verdadeira história do ocorrido. Onde se afirmou que ela pediu asilo político? Que eu saiba, o pai dela cogitou essa possibilidade. O que não seria nada mal, já que ela estava sendo usada como bode expiatório… Quem afirmou que ela saia “quebrando as coisas por aí — ou ajudando outros a quebrarem, tanto faz”? Você nem ao menos sabe o que ela fez para ser acusada (e quase presa). Desinformação é o que eu vejo nesse post. Falar mal de uma tática ou grupo é uma coisa, falar mal de uma pessoa específica, é outra. Você precisa se INFORMAR melhor. Se esforce, pelo menos um pouco, e pare de falar besteira. Inclusive, “uma linda festa de cidadania, com milhões de brasileiros protestando nas ruas” seria trabalhar menos, ganhar mais; ter serviços públicos como segurança, saúde, educação, transporte, entre outros, de extrema qualidade. Empresas privadas dependendo dos cidadãos e não nós deles. Que todos tivessem seus direitos básicos com moradia e alimentação garantidos em prática! Que nossos (absurdos) impostos fossem parar no lugar certo. Acorda pro mundo, querida! Os BBs não são, nem de perto, os piores problemas que enfrentamos.

  2. E passado dias e dias do seu post, afora é que leio. E leio por causa da situaço de ontem do Rio e SP. Concordo com todas as suas palavras. O único detalhe é que quando o movimento de massas começou eu duvidei com amigos da vida off-line que ele tivesse longevidade, pois o que vemos hoje em dias em todos os lugares do mundo é esta situação de radicalismo acontecendo. Bem, Um dia eu acreditei que poderia mudar o mundo. Hoje eu tenho a certeza de que só posso tentar é me modificar. É olha que já é complicado para caramba….

    • Não é afora. Era para ser agora…. Eita tecladinho do ipad…erro sempre. E tem outros erros… 😦

  3. cora o que ouço das pessoas(com pouco estudo e fas da rede globo)aqui na periferia do rio ,é que nao vao ao manifestos porque tem medo do spray de pimenta e das bombas.Outra coisa nao foi a ação dos black blocs que levou o choque a jogar gas nas pessoas que estavam assistindo ao desfile e nas que estavam no metro.Teve uma cça que levou spray de pimenta na cara,o rostinho ficou branco.Voce viu esse video?se voce viu,notou o momento que os oficiais discutiram entre si,um nao queria atacar porque tinha muita gente,e os soldados com escudo estavam parados esperando a ordem,e o oficial superior deu a ordem.Esta bem claro nesse video.Black bloc nao comece o tumulto ele so reage qdo os manifestantes sao atacados.O alvo deles é tudo que representa o capitalismo.Ma uma coisa se te agridem ,a reação normal de qualquer pessoa é se defender.Se a pm joga gas,bala de borracha em voce qual sera a sua reação?Bem no minimo voce vai xingar,dai voce vai partir para jogar algo neles tambem,vai se a sua defesa.Isso ta no DNA instinto de proteção.Menina o que estiver pela frente serve de arma .Alem do que forma-se um egrégora de violencia em torno das pessoas,aliada a descarga de adrenalina que eu nem tenho noçao na pratica,so teorica,porque nao fui a manifesto.Mas assisti a todos pela midia independente.

    • Lilian, com todo respeito. Dá uma saidinha em qq manisfestação e olhe com olho de “ver”, ou seja olhando de todos os ângulos.
      abs

  4. É assim que funcionava o nazismo: a grande mentira, repetida aos quatro ventos, acaba mudando o tema da conversa. Desde quando Maíra Cupolillo Alvarez é Black Bloc? Partir da suspeita para a acusação (que ainda nao foi feita pela polícia, dai o dilema dela, pois ao pisar no Brasil pode ser presa mas nao sabe ainda do quê), para uma interpretação presumindo a culpa impede qualquer possibilidade de examinar a ação da polícia, que pisoteia o estado de direito. Cora Ronai, pensei que seu assunto e ânimo eram outros.

  5. Ainda sobre o assunto, uma nota oficial da Universidade Federal Fluminense (http://www.uff.br/?q=content/nota-oficial-sobre-estudante-ma%C3%ADra-cupolillo-alvarez), que transcrevo abaixo:

    “Nota oficial sobre a estudante Maíra Cupolillo Alvarez
    Enviado por com_eletronica, qua, 11/09/2013 – 16:46

    O reitor em exercício, Sidney Mello, recebeu na manhã desta quarta-feira, 11 de setembro, Luiza Cupolillo, mãe da estudante da UFF Maíra Cupolillo Alvarez, do curso de Produção Cultural, que teve objetos pessoais apreendidos pela polícia civil em sua residência, na semana passada.

    A Universidade Federal Fluminense manifesta solidariedade a Maíra Cupolillo Alvarez, que durante viagem de férias tomou conhecimento de um mandado de busca e apreensão em sua casa e na de seu pai, na manhã do dia 4 de setembro.

    A UFF defende a ampla liberdade de expressão de todo e qualquer cidadão e é contrária a ações administrativas arbitrárias. Manifesta, também, adesão a todas as iniciativas cabíveis para resguardar o amplo direito de defesa frente a eventuais acusações que resultem em processos de construção de verdade unilateral por parte de instituições coercitivas. ”

    Pergunta: e agora, dona Cora? A sra. e seu jornal vão acusar a UFF de ser cúmplice e quartel general dos Black Blocs?

    • Só de tolos…até pq a coitadinha, nem teve ordem de prisão e já tá pedindo asilo…Ridícula. Gente que prega destruição e depredação não pode ser investigada porque???? Tá carinha coberta queimando lixeira é o que? Revolucionária? Ações tem consequências…Brincar de fazer revolução e depois bancar a vítima é palhaçada sim!

  6. Prezada Cora Rónai:
    A estudante Maíra Cupolillo Alvarez NUNCA participou de manifestações, nem mesmo do vandalismo decorrente (que, em algumas ocasiões, é feito por “grupos de ação” (leia-se Carecas) de grupos integralistas na encolha, justamente para inculpar grupos de esquerda e/ou anarquistas. (Não que os anarquistas não façam isso, mas muitas vezes eles estão como o periquito que leva a fama depois que papagaio come milho…)
    O único crime que Maíra cometeu foi o de postar opiniões nos sites dos Black Blocs e Anonymous Brasil – algumas, nada airosas sobre o “educadíssimo” e “democrático” governador do Estado – o que não justifica a apreensão de seus computadores em sua casa SEM MANDADO JUDICIAL. Só isso.
    Agora, isso que a sra. falou é mera desinformação sua ou obediência a seus patrões d’ “O Globo”, que querem ajudar o “educadíssimo” e “democrático” governador do Estado a criminalizar os manifestantes, que querem que ele e sua canalha saiam do governo?

    • Ela pode até estar equivocada sobre a noticia…Mas vamos e convenhamos, a gente tava acostumado a confiar no JB! Agora que os Ninjas lançaram a moda de noticiar o que querem alá imprensa marrom como fizeram com a foto do Caetano tá ficando difícil acompanhar o que é mentira ou não. Mas quanto a todo o resto que ela comenta está certíssima! E essa palhaçada de toda vez que alquém critica esses merdinhas é pq tá influenciado da Globo…já deu né?! O povo tá de saco cheio desses quebras. E não pq viu na tv não! É pq mora no meio dele! Só os “puros” tem razão né Sr. Antônio? Quem cobre o rosto e trata BBs como heróis dá margem pra todo tipo de vandalismo! São todos co-responsáveis! Já ouviram falar em Gandhi? Martin Luther King? Nelson Mandela? Pois é foram todos muito mais eficientes sem tacar uma pedra! É preciso muita coragem pra mostrar a cara e levar porrada de frente sem revidar e se igualar ao inimigo! Crianças mimadas deviam quebrar a louça da mãe e não deviam nem sair de casa.

  7. Cora, você tá certa, esta gente é ridícula e se sente como “revolucionários”, estragaram o ” ocupy Wall street”, e adorei ” to poke the jaguar with a short stick”!

  8. Eu já me cansei de dizer aqui e em toda a parte que o fato de eu não apoiar quebradeira não significa que estou defendendo os governantes. Ao contrário, sou contra o quebra-quebra simplesmente porque atrapalha mais que ajuda e também porque não aceito a idéia de que os fins justificam os meios.

    Revolução armada ou pacífica requer muito culhão. Quebradeira só requer um bocado de estupidez.

  9. No ‘Inverno do Nosso Descontentamento’ (Junho/2013), o Povo Unido assustou os governantes.

    A Violência e o Vandalismo dos ‘Black Blocks’ assustaram o Povo.

    Os Governantes agradecem aos Black Blocks.

    x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
    (tenho aversão aos Sturmabteilung, qualquer que seja a cor de seus uniformes, pardos, vermelhos ou blacks; sobretudo na semelhança dos atos, ao reeditarem a ‘Kristallnacht‘. Os ‘Black Blocks’ são as ‘Torcidas Organizadas’ da [má] política, hooligans que afastam os verdadeiros torcedores — e suas famílias — dos estádios e da participação nos jogos)

    • Tom, o vandalismo está para a manifestação política assim como um tumor está para o desenvolvimento orgânico. figura perfeita: torcidas organizadas; daí para o crime organizado é um pulinho. desorganizada mesmo continua sendo a coisa verde e amarela.

      não acreditei nas manifestações recentes, desde o início, por não saber aonde queriam ir; fiquei mais desconfiado ainda, quando o descontentamento ganhou discursos épicos, beirando o revolucionário. mas boa parte do tempo, apesar de toda minha descrença, procurei alimentar a dúvida. fiquei triste quando vi que eu não estava tão errado quando enxergava baderna, oportunismo, sectarismo e muita falta de amadurecimento nessa agitação toda, a despeito da massa de boa vontade que ajudou a fazer volume aqui e acolá. triste porque meu pessimismo não era loucura reacionária que eu até quis, em alguns instantes, que fosse.

      não sei se foram implantados depois, como querem agora, ou se já estavam lá desde o início, como eu via, mas o fato é que o povo é o conjunto – os honestos, os justos, os capazes, os de boa vontade… e todos os contrários – e o que restou desse episódio, ao contrário do que poderia ter sido um despertar, foi mesmo só um afastamento. desse tal povo que saiu às ruas, saiu ganhando aquela fatia que sempre foi do contra. e o pior é que essa fatia nem pode dizer que não foi convidada, uma vez que todas as manifestações eram tão abertas a todo tipo de revolta, a todo tipo de protesto, que, realmente, seria muito estranho se os mais desocupados e desordeiros não se manifestassem como o sabem: destrutivamente.

      o que sei é que não enxerguei a poesia em nada do que vivemos, assistimos, presenciamos, nos últimos tempos. e os políticos passaram ao largo, às gargalhadas, abraçando o mesmo povo…

      é isso. a dúvida é saber se passou ou estamos apenas no centro de um movimento que ainda vai deixar marcas piores nessa onda de flash mobs truculentos em que muitos se atiram sem o menor comprometimento com o social.

      aquele abraço.

  10. o problema não é acordar, mas não saber onde se está quando se acorda, quem é a pessoa ao lado, o que fizeram juntos etc.

    o problema não é o sono, mas o entorpecimento.

    ah, povo brasileiro… povo brasileiro…

    brincadeira boa, trabalho à toa.

    abraços!

  11. Estávamos indo tão bem… Estávamos até vislumbrando um país mais justo e melhor para todos nós e vem um bando de desocupados – desocupados, sim, porque quem não o é, não pratica vandalismo – e estraga tudo para os brasileiros decentes. Temo muito por este Braziu, ziu, ziu, que ainda hoje poderá nos surpreender com a nossa mais alta corte: o STF. A presidANTA conseguiu infiltrar pelo menos três da laia dela para achincalhar este que pensávamos que fosse o país de todos aqui nascidos, mas estamos vendo que é apenas de algumas dúzias de ladrões, larápios e malfeitores. Sempre achei que, quando chegasse à idade na qual me encontro, veria uma Nação e não um grupamento de imbecis. Que pena, estive todo esses anos enganando a mim mesma. Precisamos, urgentemente, acabar com o voto eletrônico para não termos mais surpresas desagradáveis. Se esse tipo de votação fosse honesto, os EUA seriam os primeiros a desenvolver o programa e aplicá-lo. Não acham?
    (Por causa do STF acho que não vou dormir agora, já quase manhã. Esse é o preço que o maldito [des]governo nos força a pagar.)

    • não consigo concordar com a proposta nem com o argumento, Lilly. aliás, honestamente, não confio em americanos nem em suas práticas. quanto ao sistema eletrônico de votação, cá entre nós, é bem mais simples de conferir e auditar que o sistema dos papeizinhos. não seria voltando vários passos atrás que corrigiríamos os tantos erros de hoje em dia. fosse fácil assim… ah…

      • Pois é Claudio.
        A solução eletrônica é sim um avanço. O problema ainda é o fato de que esta visa atender a interesses não das massas.
        Quanto a auditoria, neste país, somente o Tribunal Superior Eleitoral pode auditar a si mesmo. Não é engraçado isto? Nem os Três Poderes atua sobre ele nesta questão. Somente o TSE julga a si mesmo. (piada)
        E você sabe quanto custa para um político pedir uma revisão ou auditoria de urnas em seu estado? Para que o TSE audite a si mesmo? Se você descobrir, voltará aqui dando risadas de tão forte que é esta piada.

        • Ah! Sim! Ainda…

          “os EUA seriam os primeiros a desenvolver o programa e aplicá-lo”

          Bruuuuuuurrrrr! Que arrepio que sinto quando vejo gente exprimindo estas ideias de inferioridade brasileira.

          • O abismo entre os dois paises é tão grande que não dá nem pra comparar. Esse tipo de ufanismo é ridículo.

          • Mas demagogo? É alguma coisa contra a ideia ou contra a expressão “atender a interesses das massas”???

            Então não é viável um sistema de votação eletrônica que só cumpra o seu papel de contabilizar votos e de maneira honesta? Esse não seria o objetivo se não o desejo de todos, incluindo os que aqui estão? Nossa! Fiquei na dúvida agora.

            • creio que você realmente não tenha compreendido. melhor ler de novo e repetir o exercício tantas vezes quantas forem necessárias para sua melhor compreensão. quanto ao significado do que disse, está claro e explícito no que escrevi. bem simples, para não fomentar dúvidas. fiz minha parte.

    • Olá Lilly! Também estou de cara com o andamento do mensalão no STF – e não sei pq me surpreendo com estas coisas, ainda! Será que “rezar” funciona?

      Com relação as urnas eletrônicas, o nosso “modelo de votação que é exemplo para todos os países neste mundo” e que alguns muitos acreditam, este é também um problema grave. Honestamente não sei se tenho o direito de opinar sobre o assunto, muitos são arbitrários em afirmar que não, já que eu me recuso a votar e pago multa em todas as eleições. A Diebold, fabricante das nossas famigeradas urnas é notoriamente uma péssima solução. Esta já foi BANIDA dos EUA e boa parte da Europa. Porém estranhamente é a nossa milagrosa solução.

      Vale ressaltar que alguns estados nos EUA fazem sim uso do voto eletrônico, porem com um sistema de backup que também é duvidoso, onde recebe-se um “recibo” que confirma o seu voto e este “torna-se ferramenta” para a validação da compra de votos. É meio um beco sem saída, ainda. Por isto não voto! Se meu voto pode a todo momento ser alterado, pq votar? se não é meu, não representa minha opinião. Enfim…

      Já sobre os desocupados – que alguns muitos chamam de vagabundos – tenho um outro contraponto sobre esta opinião expressa no texto desta publicação. Sabemos que é intrínseco em nós humanos, e em muito de nós brasileiros, o “hábito” de transferir a culpa. Sim! Transferir a culpa! Vi as manifestações do Rio de Janeiro, tanto a do primeiro episódio da Alerj na Rio Branco, quanto a da Presidente Vargas rumo a Prefeitura, transformarem-se em um grande micareta. Jovens e adultos, biritando suas cervejas ou catuabas, todos flertando com as gatinhas, muita pegação e cantoria, e nada de protesto. Vi também os sindicalistas, que pagaram em $$$, milhares de pessoas pelo Brasil para inchar suas passeatas de pessoas que nem sequer sabiam o que faziam ali, alem de carregar balões e bandeiras com suas siglas. Vejo também que no Rio de Janeiro existem manifestações DIÁRIAS! Sim! E alguns dias chegamos a três simultâneas. Isso já contribui para a dispersão da massa, assim como dada a preguiça, comodidade, egoísmo de nosso povo analfabeto político e com péssimo histórico ativista, adotar a tendencia de: vou ver minha novela, beber com os amigos, acompanhar o brasileirão que é mais confortável. Mas calma! Antes de fazê-lo, de adotar minha preguiça, preciso culpar alguém por não estar nas ruas.
      Sindicalistas? Não tenho coragem nem propriedade. Violência policial? Ah! Estão monitorando as redes, sequestrando pessoas, não sou louco de verbalizar publicamente meu repúdio a estes atos. Ah! tem aquele grupinho ainda fraco, sem forças, os mascarados de preto que todo mundo fala! BELEZA!

      E achamos os culpados pelo fim das massas nas manifestações. É uma solução tão fácil e óbvia!

      Olha! nem eu sabia que os BBs tinham tanta força assim!
      Mas como dito por um leitor aqui, não passa de “verborréia sempervirens” o meu sintoma.

  12. Cora esta fazendo copy/past dos amigos Xexéu e do Jabor, os coxinhas do Globo?
    Opinião de quem nem entendeu como tudo começou pq nem nas ruas estava. Se bem que… Vindo de onde veio…

    • Isso aí, Lucks! Você conseguiu convencer todo mundo que o Xexéu a Cora e o Jabor estão por fora e você que é sabidão.

    • Lucks Junior. Você tem nome ? Escreve de má fé ou é apenas mais um idiota mal informado ? Cora estava nas ruas junto com o povo,entusiasmada ,até esse bando de boçais começar a quebrar pelo prazer de quebrar.

      • Primeiro este é sim o meu nome, desculpe, e sou brasileiro também!

        No mais, honestamente eu não atribuo nem em boa parte que o problema esteja relacionado ao “bando de vândalos mascarados” mas sim na violência arbitrária da polícia. Esta em boa parte foi quem começou a espantar as pessoas das ruas. Esta violência e o convencimento de que este “bando de vândalos mascarados” é quem causavam os tumultos.

        Conheço o trabalho da Cora em parte e quando me referi aos que não vão as ruas falava do Xexeu e do Jabor. Jabor que por sua vez já teve que se retratar sobre o assunto. Estes são “companheiros de profissão e instituição, e neste caso, quando referi-me ao copy-paste é pq este texto é quase uma cópia das declarações de ambos.

        Quanto a afirmação de que as pessoas deixaram as ruas por contas dos adeptos da tática Black Bloc, eu me permito discordar plenamente desta afirmação assim como repudio este tipo de comentário pois não é isso que acompanho nas manifestações nas ruas da minha cidade. É pura manipulação.

        Seguem alguns pontos diretos da minha discordância:
        … ” Perdão, mas o que é que ela esperava? Que sair quebrando as coisas por aí — ou ajudando outros a quebrarem, tanto faz — não fosse dar galho?”
        Onde está relacionado a direta ou indireta participação dela? Somente em moderar a página? Pq eu não sou capaz de afirmar por qual conteúdo ela era responsável ou não e nem vi afirmação da polícia sobre o assunto.

        …”Para eles, os BBs existem para “defender os manifestantes da tropa de choque” … “eu me esqueci que vocês são os novos Heróis Incompreendidos da Pátria! Pena que, até agora, tudo o que tenham conseguido fazer tenha sido o jogo do poder, afastando a população das ruas.”
        Bom! Quando houve EFETIVAMENTE o uso da tática BB em manifestações já havíamos passado da manifestação da Alerj e Prefeitura, ao menos aqui no Rio de Janeiro. Depois destas, as duas ultimas maiores, o povo já havia saído das ruas, e aí os BBs surgiram em massa nas manifestações no final das confederações. E pq o povo já havia saído das ruas? Por conta de episódios como o do Maracanã no primeiro jogo das confederações. Nenhum manifestante mascarado, um grupo de não mais que 400 pessoas, composto por pais, adolescentes, idosos e todos em paz. Resposta? Procurem os vídeos no youtube. Após estes episódios a coisa ficou MUITO PIOR!

        A polícia é a responsável pelos exageros dos chamados “BBs”.

        … “Ora, tirando o sequestro das manifestações por Black Blocs, Ninjas & similares, nada mudou desde então;”
        Mudou sim! Ao invés de haver comunicação entre políticos e população, onde nossas pautas deveriam ter sido ao menos levadas a discussão, não! Eles surgiram em uma velocidade absurda com um decreto do Cabral (novo DOI-CODI), investigaram em tempo recorde administradores de páginas contrárias ao governo e as mídias e agora estão proibindo o uso de mascara em manifestações. Sim! Mudou sim! Trabalharam rapidamente para silenciar o povo e as manifestações.

        … “Acontece que a maioria das pessoas, a vasta, imensa maioria, quer se manifestar EM PAZ”
        Concordo, mas infelizmente sabemos que isso não é possível e já não era antes das táticas BBs nas ruas.
        …”e essa maioria perdeu esse seu direito”
        Discordo! Amarelaram e perderam a coragem na primeira bomba de gás ou cenas em noticiários.

        …” a polícia aceita alegremente o desafio: descer o pau nos outros é com ela mesma.”
        Sem dúvidas! São preparados e sempre foram preparados para ver o povo como INIMIGO! Só que isto antes ocorria só nos CEPs isolados, hoje acontece debaixo da nossa janela e podemos ver, ou ao menos, deveríamos ver.

        …”a quem vocês chamam de coxinhas”
        São mesmo! (desculpem)
        … “porque acreditamos que virar lixeira, saquear loja, destruir banca de jornal, incendiar carro de reportagem, quebrar mobiliário urbano e agência bancária é coisa de cafajeste.”
        Cafajeste não! E os alvos são somente grandes corporações. E o nome disto não é VANDALISMOS e sim ATIVISMO!

        ————————————————
        Obs:
        Manifestantes = pessoas que reivindicam direitos.

        “Black Bloc” = “Pessoas” que reivindicam direitos e reivindicam a liberdade constitucional a manifestação, deles e de demais manifestantes. Unem-se para enfrentamento a bloqueios inconstitucionais que proíbem a liberdade de acesso e o direito de ir e vir. Black Bloc é uma cartilha onde orientam-se para uso de táticas de guerrilhas em manifestações que visam PROTEGER OS MANIFESTANTES EFETUANDO BLOQUEIOS DAS TROPAS POLICIAIS.

        “Alguns Black Bloc” = também fazem uso da depredação de grandes corporações e símbolos, como forma de manifesto de revolta ao impedimento inconstitucional do direito de manifestação. (retaliação)

        Vandalismo = ato de depredação de bens sem motivos ou argumentos (delinquência)

        Depredação ativista ou VANDALISMOS POLÍTICO = usar a tática de destruição de patrimônio como forma de protesto, por exemplo, ao quebrar janelas de bancos, lojas e instituições governamentais e incendiando carros. Isso muitas vezes ocorre durante motins, mas também pode acontecer como um evento isolado, por exemplo, ativistas dos direitos dos animais destruírem propriedades pertencente a agricultores, empresas de biotecnologia e instituições de pesquisa e libertam os animais (o que é muitas vezes referido como eco-terrorismo pelos adversários)
        ————————————————

        Por fim eu sempre me pergunto as coisas, talvez para tentar alcançar o nível “sabidão” da primeira resposta que recebi aqui sobre meu post.

        1 – Não acha engraçado que somente são entrevistados populares que discordam da depredação dos bens? Será que a massa é tããããão homogenia assim? Onde estão as opiniões diversas? Como profissional com formação e trabalho em mídias sei bem como as “entrevistas são montadas”.

        2 – Me pergunto também, a quem interessa este conflito? Pq certamente não é a nós e nem mesmo a maioria dos ditos Black Bloc pelo que vejo. Acredito que todos temos a consciência de que a vítima só poderá ser a gente.

        3 – Novamente pergunto, pq maldita velocidade em implementar decretos, liminares… que estão focados em cercear os direitos de livre manifestação em vez de COLOCAREM EM PAUTA AS SOLICITAÇÕES POPULARES FEITAS EM PROTESTOS E ATENDEREM A NOSSAS LEGÍTIMAS REIVINDICAÇÕES DE MELHORIAS SOCIAIS E MORALIDADE POLÍTICA?

        E as perguntas seguem! Porém, não sou mascarado, não uso táticas BBs, acredito que a direita de quem vai é a esquerda de quem vem (clichês), mas não me acovardei diante da truculência policial que é, na minha opinião, EM SUA MAIOR PARTE A RESPONSÁVEL PELO SEQUESTRO DAS MANIFESTAÇÕES. (e sequestro de pessoas também… sociólogos, representantes de partidos…).

        Uffa!.. fim!

        Mas… opiniões são opiniões, não é mesmo? Viva a “democracia”!!!!

        • Eu acho que você está no blog errado. O seu deve ser o Black Blog ( tá bom, se não existe, pode criar um junto com os seus amigos do black bloc ) !

        • Eu estava esperando o Lucas da Anunciação Júnior aparecer … sempre tem o sem-noção … e este aqui ainda sofre de verborréia sempervirens.

    • (a principal retórica dos imbecis sem nenhum escrúpulo é escrever afirmações mentirosas. E facilmente desmentíveis)
      Eis os Posts de Junho, a Cora nas ruas, quando o movimento nos representava. E foi ela — por navegar nas tecnologias com aplomb — de todos os colunistas, foi quem melhor entendeu o papel das Redes Sociais.

    • Lukas contratarei uns bandidinhos da laia de vcs , para entrarem na sua casinha e quebrar tudo inclusive a sua cara seu otário…!
      Vá estudar para ser gente na vida e sair do estado de merda em que vc se encontra.

  13. Eita Cora ! Mata a cobra e mostra o pau,não é à toa que tenha tantos admiradores,uma das maiores pensadoras,literalmente;usa a cabeça,a razão,o raciocínio e equaciona tudo de uma maneira que qualquer um pode entender (por mais que alguns não queiram) perfeitamente !
    Bravo !!!

  14. Já compartilhei no Face e no Twitter. Compartilhando no G+
    No Blog, não posso, a Clotilde é muito ciumenta. Lá, só ela se manifesta:
    🙂 “Tem Black Blocs? Então não vou!”

    Um dos seus melhores textos, na lata @cronai

  15. O Cabral juntamente com a base aliada, esta para resolver esse problema, com a nova lei q proibe uso de mascaras, se a OAB nao atrapalhar, ele consegue

  16. Espetacular desabafo, Coríssima! Cada frase, cada parágrafo perfeitos na exposição. Disse simplesmente TUDO!

    É insuportável assistirmos Legião de Boçais ocupando todos os cantos deste país e tomando conta. Assim acuando, ou afastando as pessoas de bem, que querem PAZ, CIDADANIA e CIVILIDADE (por falar nisso: quem quer ser político, hoje em dia?)

    x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
    A propósito: não posso deixar de comentar a ‘brilhante’ solução das autoridades, proibir as máscaras nas manifestações.

    Quebrar, vandalizar e barbarizar, isso pode e vemos estes animais agirem sem nenhuma repressão. Usar máscara que é proibido.

    Oras: todo cidadão tem o Direito de protestar PACIFICAMENTE usando máscara, para proteger sua identidade (muitos, por exemplo, podem perder o emprego, se flagrados).

    Mas não é preciso criar nenhuma nova Lei para reprimir e prender — em flagrante! — quem está praticando o VANDALISMO e DESTRUIÇÃO. Não é mesmo?

    ps: por vício de computador, eu sempre leio o apelativo deles como ‘Bad Block’, do ChkDsk. No caso deles, perfeitamente compreensível 😉

  17. Assino embaixo de cada palavra escrita neste texto!!! Parabéns Cora!!! Você me representa…
    Esses Black Bloc nos prestou um desfavor. Go ahead.Peçam asilo no raio que os parta, Baderneiros. Alêm de porrada da polîcia, que mais conseguiram para o povo??

    • Cora como sempre é brilhante e sintética.Cheguei a pensar que o Black Bloc fosse um disfarce da “militância” para desmoralizar um momento de indignação que mobilizou milhares,(milhões ) de brasileiros cansados do desgoverno,da roubalheira e sobretudo da incomPTencia . Já desanimado de qualquer solução democrática para o eterno País do Futuro, voltei a me entusiasmar com o movimento legítimo e verdadeiro do povo contra esse estado de coisas.Graças a esse bando de imbecis que nada querem senão quebrar, o movimento se esvaziou.Obrigado Black Bloc’s pelo inestimável trabalho que fizeram contra nosso País.Vão se asilar em Cuba.

  18. Com certeza, Cora. Eu, que tinha ido às manifestações aqui em Petrô, pacíficas, civilizadas, cheias de famílias com crianças, uma linda lição de cidadania, desisti de ir. Embora aqui na Serra esses imbecis não tenham chegado, ficou sem sentido ir pra rua, quando não estamos fazendo parte de um grande grupo da população. Esses cretinos destruiram o nosso movimento democrático, bacana e transformaram tudo em simples arruaça, piorada ainda com a infiltração de saqueadores. Foi apenas isso que eles babacas conseguiram. Gostaria muito que eles todos pedissem asilo à Argentina. Deixa a louca da Cristina lidar com eles

    • Cara Marise, se me permitir, queria assinar embaixo de seu comentário preciso e muito igual ao que escreveria aqui.
      Cora, concordo ipsis litteris!

  19. Não concordo com muita cia que vice diz mas com esse texto eu concordo totalmente. Sem falar que os Black Blocs já são visto como baderneiros há muito tempo em outros países, basta ver o artigo sobre eles no Urban Dictionary. Aqui eles viraram heróis.

    • Não concordo com muita coisa que você diz mas com esse texto eu concordo totalmente. Sem falar que os Black Blocs já são visto como baderneiros há muito tempo em outros países, basta ver o artigo sobre eles no Urban Dictionary. Aqui eles viraram heróis.

      *maldito corretor ortográfico

  20. O Congresso,apos as manifestações, votou somente poucas pendencias da pauta. As mudanças principais no pais terão que vir das urnas, com a imensa maioria votando no voto nulo e anular as eleições do ano que vem !!! Isso sim terá que ser bem ventilado pelas redes sociais, sera uma porrada muito mais dolorida do que a porrada fisica !!!

    • Voto nulo não anula eleição… Mito divulgado incorretamente, talvez por própios políticos…
      “Nas eleições gerais, para o preenchimento de cargos eletivos, federais, estaduais ou municipais, são nulos, igualmente, os votos cujas cédulas contenham elementos gráficos estranhos ao ato de votar. Votos nulos são como se não existissem: não são válidos para fim algum. Nem mesmo para determinar o quociente eleitoral da circunscrição ou, nas votações no Congresso, para se verificar a presença na Casa ou comissão do quorum requerido para validar as decisões.

      Referência

      FARHAT, Said. Dicionário parlamentar e político. São Paulo: Melhoramentos; Fundação Peirópolis, 1996. 1CD-ROM.”
      “Protesto ou não, o voto nulo não suspende a eleição. Em todo ano eleitoral, movimentos, principalmente nas redes sociais, pregam o voto nulo. O assunto não é novo. Quem nunca ouviu alguém dizer “há tantos anos não voto. Não quero compartilhar dessa roubalheira”; ou mesmo “meu voto não vai eleger esse ladrão”.

      A leitura descontextualizada do Art. 224 do Código Eleitoral, que diz “se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias”, pode levar o eleitor ao erro.

      “Porém, a nulidade a que se refere o artigo na verdade se refere aos votos que forem eventualmente declarados nulos em processo julgado pela Justiça Eleitoral, e não os que forem ‘depositados’ nulos pelos eleitores, em decorrência de manifestação apolítica, de insatisfação. Isso é necessário ficar claro na mente dos cidadãos”, alerta o especialista em Direito Público, Fernando Henrique Cherém Ferreira Ângelo. “Assim, façamos o alerta, na esperança de que movimentos antidemocráticos e anticidadania como estes percam força, sendo revistos para incentivar maior participação do eleitorado na escolha de seus representantes, partindo da filiação partidária, formação de consciência política, participação nas convenções partidárias, lançamento de candidaturas, controle social sobre as campanhas políticas, dentre outras diversas ações”, cita. Fernando Henrique comenta que no Brasil o voto não é obrigatório. “E nem nunca o foi, sob a égide da atual Constituição da República. Obrigatório é o comparecimento às urnas, assim mesmo para aqueles que preencherem os requisitos do art. 14 da Carta Magna”, comenta.

      TSE

      O mesmo entendimento tem o Tribunal Superior Eleitoral que, consultado, cita que uma das causas de nulidade está descrita no artigo 237 do Código Eleitoral, que diz que “a interferência do poder econômico e o desvio ou abuso do poder de autoridade, em desfavor da liberdade do voto, serão coibidos e punidos”, cita a assessoria de imprensa do TSE.”

      • Mas o artigo 224 do Código Eleitoral acaba deixando essa confusao ocorrer. Que seria pedida nova eleição entre 20 e 40 dias.

Diga lá!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s