Enquanto isso, na portaria…

Pipoquinha

 

Pipoquinha estava tirando um cochilo em cima de um carro quentinho quando eu cheguei. Tentei não acordá-la, mas o iPhone faz um barulhinho quando clica as fotos. Como vocês podem ver, ela continua firme, forte e gordinha…

Tive que trabalhar a foto em PB porque estava muito escuro.

 

Anúncios

16 respostas em “Enquanto isso, na portaria…

  1. oi, gente.

    Cora, mudou tudo.

    Estou muito triste.

    Ao contrário de todos os prognósticos e expectativas da equipe médica e minhas, o resultado da sorologia de leptospirose não foi o que esperávamos.

    Deu positivo de novo e dessa vez com resultados piores que o primeiro – titulações mais altas e para 4 sorovares.

    O que pode ter acontecido?

    Tem explicação.

    Por conta da pneumonia que a Bebê apresentou quando foi internada, a equipe médica resolveu, na época, tratá-la com um antibiótico apropriado ao combate de pneumonia, menos indicado para tratamento da leptospirose, por conta da escala de risco.

    O tratamento poderia ter eliminado, mesmo assim, as leptospiras, mas não aconteceu.

    Foi uma questão de priorizar a cura da pneumonia e combater a leptospirose do melhor jeito possível.

    O resultado foi: cura da pneumonia, nenhuma manifestação ou complicação da leptospirose, porém, aumento significativo de leptospiras no organismo – que agora terá de ser combatido.

    Eis minha frustração: reiniciar todo o tratamento, voltar ao início. E, mais que isso, continuar com a Bebê isolada no banheiro esse período todo.

    Ela não aguenta mais, nós também não. Mas é o jeito.

    21 dias de Doxitrat 80 mg, depois nova sorologia e mais 10 dias de espera por um novo resultado…

    Até lá, nenhuma possibilidade de encaminhá-la para adoção, nenhuma possibilidade de deixá-la divertir-se solta com as outras cachorras, nenhuma possibilidade de descuidar da urina da Bebê… enfim, estou muito triste.

    Tento me conformar pensando que, se eu não tivesse assumido essa responsabilidade, provavelmente ela não teria tido a menor chance, ou talvez estivesse doente e contaminando outros cães, alguma pessoa…

    Mas ao mesmo tempo sei que não sou a pessoa adequada para cuidar dela, não tenho como dar o local ideal, um ambiente só dela nesse período… Fico triste.

    Bom, vim deixar essa mensagem aqui porque você ofereceu sua ajuda e eu agradeço mesmo muito, mas não é o momento para divulgar, pois não posso entregar a Bebê em adoção até o fim do tratamento e que tenha alta.

    Se aparecesse alguém sem cães que pudesse pelo menos abrigá-la e dar continuidade ao tratamento – eu assumiria os custos – já seria maravilhoso, mas acho muito difícil. Então, de coração, agradeço, mas não vou divulgar até ter o atestado médico de que está realmente curada em minhas mãos.

    Obrigado, Cora.

    obrigado também ao pessoal que torceu. Continuamos precisando da e agradecendo pela torcida. Valeu.

    • Rapaz, não sofra por antecipação. Lembre-se que nós todos estamos na torcida e iremos ver a cadelinha correndo pela sua casa. É só uma questão de tempo, você vai ver. O problema está demorando um pouquinho para ser resolvido, mas ele (o tempo) está do nosso lado. Você vai ver. Conte conosco. Beijos e confie!

  2. Gato que brincas na rua
    Como se fosse na cama,
    Invejo a sorte que é tua
    Porque nem sorte se chama.

    Bom servo das leis fatais
    Que regem pedras e gentes,
    Que tens instintos gerais
    E sentes só o que sentes.

    És feliz porque és assim;
    Todo o nada que és é teu.
    Eu vejo-me e estou sem mim,
    Conheço-me e não sou eu.

    [Fernando Pessoa]

  3. Cora,
    Essa Pipoquinha em foto preto e branca ofuscou seus muitos filhotes, como dizem os baianos: “Quem guenta tanta ousadia?”.

  4. Cora,

    coisa mais gostosa, essa Pipoca fofa! 🙂

    (se acha que ela está gordinha, é porque não viu minha Pipoca, essa sim, cada vez mais gulosa e gorducha. tô preocupado. não queria perturbá-la com idas ao veterinário, mas, do jeito que está, há mais de 2 anos comendo punhadinhos controlados daquela ração Obesity horrorosa e com gosto de papelão – deve ter, certamente – e ainda engordando, acho que não vai ter outro jeito, senão incomodá-la com picadas e exames estressantes.)

    ô, Lilly,

    durante 15 (ou 20) dias, você terá uma Pequena Violeta ronronando perto de você; quer luxo maior? 🙂

    beijos.

    • Pois é, Cláudio Rúbio, mas pelo visto ela também não gosta de carnaval. Quer, a todo custo, tirar a “maquiagem”. Vai demorar uns 20 dias para tudo desaparecer. Vou tirar uma foto da “fantasia” dela e enviar pra vet…
      Beijos pra você também e para todo o seu zoo particular.

          • divulguei meu telefone num site pedindo ajuda para adotarem a Bebê. em vez de ligarem interessados em adotar, só liga gente querendo abandonar os cachorros idosos e doentes. acabou de me ligar uma senhora de Pirituba querendo um endereço de uma clínica ou abrigo grátis para eutanásia da cachorrinha dela que está com mais de 10 anos e câncer de mama – perguntei se ela levou ao veterinário, ela disse que não tem condição de pagar. é assim, diz que ama cachorro, não castra, não medica, não trata, não cuida e, quando o animal fica doente, feio, precisando mesmo, a primeira coisa que faz é querer matar, largar na rua, transferir a responsabilidade para outra pessoa.

            o ser humano tem ainda um longo caminho a percorrer, se quiser deixar de ser o menos evoluído e o mais irresponsável dos animais.

          • puxa, menina, se puder dar mais essa força, agradeço muito.

            (hoje fomos aos Hospital Santa Inês pegar o resultado da sorologia de leptospirose – exame que vai atestar que ela já livrou da doença – mas, por conta do carnaval, o laboratório da Unesp Botucatu atrasou tudo. em todos os outros exames ela já está 100%. enquanto isso, é isolamento no banheiro, com direito a umas horinhas de sol no corredor, mas sem contatos com as outras cadelas. ela já está se estressando com isso.)

            6 pessoas demonstraram interesse pela Bebê, desde que a socorri:

            – uma senhora cuja outra cadelinha teve diagnóstico de parvo virose – essa é a mais animada com a adoção, mas não posso entregar a Bebê a ela antes da imunização completa – o que significaria ficar com ela pelo menos mais 90 dias

            – uma senhora que mora em São Caetano do Sul, já teve outro cachorrinho, que viveu com ela 14 anos e morreu há um ano – essa viu a foto da Bebê num site e estamos agendando uma visita à casa dela, para ver como as duas se dão.

            – uma jovem que mora com o namorado num apartamento e quer um cachorro filhote – nunca teve outro cachorro, ainda temos de conversar bastante para saber se ela quer mesmo um cachorro ou é uma daquelas que pensam que filhotes são para sempre filhotes, não crescem e não têm necessidades. não senti firmeza. essa

            – um rapaz que viu a foto no site, pediu informações e, quando eu perguntei se ele teria disposição de educar uma cachorrinha que está na fase de trocar os dentinhos e, por isso mesmo, está roendo até banco de jardim, rodo de banheiro e pote plástico de sorvete, quando fica sozinha e sem brinquedo, ele não deu mais nenhuma resposta.

            – e uma senhora que viu o anúncio, leu a história, viu a foto, mas ignorou isso tudo, pegou o telefone e me ligou querendo saber se eu tinha uma filhote branca com manchas pretas – ou seja: achou que eu fosse pet shop, no mínimo – e quando eu lhe disse que não, ainda reclamou: “como você anuncia um cachorro e não tem outros?”

            ou seja… acho que ainda preciso de ajuda. e agradeço, mesmo, de coração.

            🙂

          • domingo que vem, se tudo der certo, Bebê (http://flic.kr/s/aHsjDERbtd) irá a São Caetano do Sul, conhecer uma senhora que – a princípio – parece reunir todas as condições amorosas para ser uma boa adotante. se tudo der certo (elas se entenderem e o marido da senhora aceitar a adoção, ferido de amores direto no coração pela seta do cupido canino), será o começo de um encontro feliz e abençoado em todos os seus dias. se não der certo, volto para pedir socorro, de novo. 🙂 beijos!

  5. Essa menina é muito linda! Penso muito nela. Quantos anos ela já tem?
    Minha Pequena (com quase 14 anos) apareceu, outro dia, com uma micose no “bigode”, do lado direito (dela). Fui a um vet perto de casa, a quem recorri apenas uma vez, e nada. Ele receitou antibiótico e quase matei minha gatinha, sem querer – acabou com seu estômago. Recorri, mesmo em férias, à sua vet, que, por telefone, me orientou. O problema é simples e barato: duas vezes por dia aplicar, no local, com cotonete, Violeta Genciana, durante 15 dias. Mas, claro, como sou exagerada, aplicarei durante 20 dias. A “coisa” está gozada, pois ela “lava” seu bigode lambendo a pata para limpar o excesso do remédio e, portanto, “cara” e mão direita ficam cor de violeta. Estou informando, pois, quem precisar do remédio, ele está aí: R$ 3,90 por 30ml do dito cujo. Agora, a esta hora (mais de 4h da matina) terei de aplicar a segunda dose do dia. Bom carnaval a todos e, embora odeie o carnaval, minha Pequena já está fantasiada – coitadinha!

Diga lá!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s