Entre o Natal e o fim do mundo

Fim-do-Mundo

Mal 2011 acabou, já estamos no fim de 2012 — isso se o mundo não acabar antes e 2012 nem chegar ao fim, coisa que muito vai me contrariar posto que tenho planos para 2013.

Para variar, todo mundo deixou as compras de Natal para o último momento. Fui ao shopping — eu também sou todo mundo! — e fiquei tão estressada com a quantidade de gente que fugi correndo.

runsanta

Fui parar na Dias Ferreira, na lojinha da Granado, mas os esmaltes que ia comprar para uma amiga tinham acabado. Uma moça ao meu lado estava desconsolada. Já era a segunda vez que voltava à loja atrás deles e nada: “Eles somem assim que chegam!”. O sucesso tem seus percalços.

Fui a outras compras na Livraria Argumento, ali em frente, e informo: encontrei um livro perfeito para dar de Amigo Oculto! Chama-se “Azeite de Oliva”, foi escrito por Carla Bardi e produzido com um capricho incrível pela Melhoramentos: vem numa latinha igual às latas de azeite, e ainda dá um paninho de cozinha de brinde ao leitor. Conta a história do azeite de oliva, traz receitas espertas e custa R$ 45. Bom, né?

É claro que ainda não acabei as compras de Natal. Acho que isso só vai acontecer aos 45 minutos do segundo tempo, um pouquinho antes das lojas fecharem no dia 24. Todo ano eu juro que faço as minhas compras de Natal em julho, e todo ano quebro o juramento.

Ó céus.

E você? Já resolveu tudo? E já decidiu o que vai comprar de presente para você mesma? Como, você não está na sua própria lista?! Pois volte para o computador ou para o caderninho e refaça essa lista agora mesmo! Você, eu, todas nós, que ralamos o ano inteiro, merecemos nos tratar bem.

O Natal, com a sua febre de consumo, é o momento ideal para uma extravagância: comprar aquela paleta com 150 sombras que a gente não vai usar nunca, o perfume carérrimo, os creminhos deliciosos que são um mimo para a pele e um desaforo para o bolso.

Até porque uma semana depois vem o Réveillon, e nada melhor do que começar o ano bem cheirosa, com um make lindo…

Vale a pena cuidar disso logo. Primeiro, porque no fim de semana as lojas vão estar impossíveis; segundo, porque vá que o mundo acabe mesmo na sexta? Aí você já curtiu bastante o seu presente… e a conta do cartão de crédito não vai chegar nunca!

Brincadeiras à parte, Feliz Natal! Aproveite bem, curta a família e os amigos, escape da dieta e seja muito, muito feliz.

Anúncios

26 respostas em “Entre o Natal e o fim do mundo

  1. Natal, só com compras necessárias, mesmo: pessoal do edifício, ajudante de casa (e um neto) e oito sobrinhos-netos. Aliás, sete por enquanto, porque o Arthur nascerá somente em março. Mas tenho mania de, entre outras coisas, dar de presente aos recém-nascidos um sapinho de pelúcia, que dizem dar sorte. O Arthur é o que vai ganhar mais – acho uma delícia comprar brinquedos para crianças. Gostei, mesmo, foi do presente que comprei para a brincadeira do inimigo secreto. Caprichei e espero que quem “surripiar” goste. Claro que vai gostar, pois vai escolher, não é mesmo?

    Aos frequentadores deste blogtequim, desejo um montão de felicidade e que possamos estar juntos no próximo ano e que possamos, também, contribuir para a construção de um país mais justo, mais honesto e mais digno. Abraços a todos.

    (Pormenor: Natal e réveillon me deprimem muito, assim como o carnaval – não sei explicar)

  2. Eu comprei tudo adiantado. Separei dinheiro pros porteiros , lixeiros, entregador de jornais…etc,,,, mas meu melhor presente sera ver que minha Dona Botia vai sobreviver a crise de amonia no aquario e continuar a ser minha companheira de quarto por maisr muito tempo. Ela esta comigo dersder 1996 , quando mamae morreu. Eu achei que ela ia morrer sabado passado. Fiquei muiiiiiito triste, mas parece que Sao Francisco ta olhando por nos aqui em casa….. Comprei varios Blurays da amazon.uk e verei muitos filmes no fim de ano. Me dei de presente umas canetas pilot de pinçel e pintarei muito tambem…tenho um monte de livros bons no kindle e , portanto, estou feliz. Um Feliz Natal pra todos do Blog! Esse Blog eh muiiiiito bom mesmo. Adoro isso aqui.
    Beijos

    • Marcia, vc é esperta, já comprou tudo. Ri muito com esse texto da Cora. Fiz exatamente o que ela recomenda, comprei o meu presente no inicio do mês. Comprei maquiagem que nem sei se vou usar e cuja conta nem sei se vou pagar porque o cartão tem vencimento para o dia 25.

  3. Eu hoje acordei com um impulso kamikaze e nada solidário de me atirar, mesmo com virose, num shopping cheio. Ai!
    Acho esta época sempre sofrida, já que qualquer pessoa adulta sempre contabiliza ganhos e perdas.
    Mas, apesar dos males e saudades, que tenhamos todos um bom Natal.
    Felicidades, @cronai.
    Foi um prazer estar junto com você na WEB, podendo ler seus escritos e partilhar sua criatividade, ao longo do ano.

  4. Cora

    Antes que o mundo acabe, foi muito, muito bom conhece-la, desejo um ótimo Ano Novo.

    Enviado via iPad

  5. Eu fiz um voto de não deixar nada pra última hora. Peguei a lista em novembro, comprei os presentes de todas as crianças e jovens da família e fiquei toda prosa com a esperteza. Mas… deixei a dos adultos pra logo depois e até agora: nada. Resultado : vou me estressar como todos os anos e sair correndo com lojas entupidas. C’est la vie!

    Boas festas Cora! Tudo de melhor para vc e sua família.
    Aos frequentadores do blog meus Melhores Votos!! va

  6. Eu já comprei e embrulhei com fita tudinho. Presépio pronto, Árvore armada e decorada com ajuda de Bernardo, comida encomendada, descartáveis comprado ( tudinho vermelho e verde esse ano, para combinar com a toalha também descartável que comprei, afinal, ficar depois da festa lavando os pratos e etc nem pensar, uma vez por ano é tudo descartável sim, eu mereço), faço tudo em novembro, para evitar filas e demoras, tenho horário regrado para comer, estresse sobe a glicemia, tenho pavor de injeção, enfim, aguardo ansiosa a minha única fatia de peru na ceia, os doutores só liberam isso, até já acostumei, e Ceia aqui é sem bebida, só suco de uva sem açúcar, refrigerante, muita água, mas mesmo assim, cada ano tem mais gente começou só filhos, neto e agora tem sobrinhos, afilhados, ex-cunhadas, cunhadas, etc e etc, depois de comer trocamos lembranças e brincamos com as crianças, rimos, contamos casos, conversamos, gosto de Natal, tive natais terríveis já, mas nunca perdi o gosto, e sim,já comprei o meu presente, claro, e o shopping aqui defronte fez uma decoração em luzes feéricas verdew e passeio pela casa escura e toda esverdeada, fica lindo, acho que verde resume tudo, Natal é esperança e é isso que desejo a todos, muita esperança, boas Festas para todo mundo!
    (viximaria, falei feito matraca)

    • Disse tudo, Matilda; o importante (em tudo nessa vida) é “não perder o gosto”. Um Natal cheio de bençãos pra vc e que Nossa Senhora cuide sempre da sua família; Feliz Natal!

  7. Feliz Natal para você e toda a turma que frequenta este blog! …e que o mundo não acabe para que possamos desfrutar suas crônicas maravilhosas que sempre nos alegram a vida!

  8. compras de Natal? tô fora.

    há alguns anos deixei de participar da leseira do consumo natalino.

    é fácil, quando se tem família mais ligada ao espírito natalino, religiosamente falando, que à insanidade consumista de uma sociedade calcada e recalcada na imagem, no parecer bonzinho, conectado e superior.

    em casa, desde sempre, nos Natais, mamãe costurava os presentes que dava para toda a família (todos, sem esquecer um cunhado, que fosse – e olha que é tarefa difícil para quem tem 11 irmãos…) e mais alguns.

    além disso, fazia tortas, assados, bolos, pães e panetones. tudo caseiro, para levar à festa na casa de minha avó materna, onde toda a família, todos os ramos dessa árvore imensa, reunia-se para comemorar com alegria, música, comida e muita união, contando novidades, piadas e se atualizando sobre as dificuldades vencidas durante o ano.

    foi sempre assim, até que vovó adoeceu, adquiriu diabetes, teve uma grave crise e foi internada, às pressas, às vésperas do Natal, no Hospital das Clínicas, de onde saiu uns dias depois, num 31 de dezembro, transferida para o Hospital da Graça que, soubemos depois, era o destino dos idosos desenganados pelos médicos do HC.

    mamãe sovava a massa dos panetones daquele ano, quando chegou uma de minhas tias com a notícia da internação. a massa ficou ali na mesa, do jeito que estava, até ir para o lixo, quando mamãe voltou das Clínicas.

    dali em diante, toda a alegria com que a família se reunia virou saudade. cada ramo da família passou a comemorar em suas próprias casas, porque a matriarca já não estava mais presente.

    aqui em casa, mamãe mantinha a família reunida, a prece, a ceia, uma reunião tranquila, sem tanta alegria, sem toda aquela trabalheira de antes. e ela fazia isso pela fé e pela família. não sentia mais a alegria, a festa dentro dela.

    e assim se passaram os anos, até que mamãe seguiu pelo caminho que vovó já havia ido. sem ela, aqui em casa, o Natal continua aquela reunião de fé e pela família, mas não é festa, festa…

    eu, que já fazia tempo que passava tranquilo, no sentido de não alimentar sentimento consumista nenhum em nome de uma ilusão de satisfação material, alinhei-me mais ainda no que sempre aprendi: Natal é celebração de um nascimento especial, cuja alegria tem de estar no coração e cujo presente é nossa entrega ao reconhecimento de que juntos, em harmonia, respeitando-nos, homenageamos muito mais ao aniversariante do que trocando presentes tantas vezes vazios de significado.

    é isso.

    e é assim, coração aberto, que eu aproveito para agradecer e desejar a todos, a cada um, um Natal feliz, um ano novo abençoado e muita alegria, muita festa saudável. paz e amor para todos – de verdade. se rolar presente, que seja de coração; se não rolar, que não falte união, nem alegria, nem amizade.

    bom Natal!

  9. Que seja Natal em teu coração todos os próximos dias de 2013 e que todos da família (peludinhos, inclusos) sejam abundamente abençoados.
    Fiquem Bem, Norma

  10. Cora, acabei de ler sobre o “iPhone” da Gradiente, excelente presente de inimigo oculto!
    É por isto que eu só frequento uma loja só: Anthop… já sabe qual! Aqui ela não fica em shopping e, depois do tiroteiro no shopping de Portland, fiquei achando que ia dar idéia na cabeça de muito maluco fazer o mesmo (e deu mesmo). Em 2005 eu dava aula em Tacoma e sempre almoçava e matava umas horinhas no shopping de Tacoma. Foi bem quando teve o tiroteio lá. Fiquei paranoica e prefiro não visitar shopping aqui quando os malucos estão entrando em curto-circuito, como agora, por exemplo.

  11. Eu queria saber, se Jesus se revira lá onde vive ressussitado, com esse seu espírito natalino, Corinha! 🙂

    Eu comprei uns presentes lindos e cheirosos hoje no Empório Body Store aqui na Visconde de Pirajá. Você já experimentou o Serum Lolita nas mãos e cotovelos alguma vez? Eu fui parar nessa loja por causa desse produto especificamente. É a segunda sensação mais maravilhosa do mundo. E basta usar só um pouquinho de nada de cada vez. Dura a vida inteira, mas se acabar, vc pode comprar só o refill e coloca no potinho. A embalagem também é super linda.

  12. Um Natal abençoado pra você e todos os seus miaus…que o mundo permaneça e tenhamos muitas crônicas divertidas e sérias, saídas da sua experiência partilhada em 2013, 2014, 2015……………..

    • Concordo com vc, Marcia Valente. Um Natal abençoado para todos, com presentes e fartura para quem pode ter e dividir um pouco tb (isso todo mundo pode, é só querer). Eu já fiz uma faxina básica nos armários, dôo roupas minhas e da minha filha, separei o dinheiro para os porteiros e se Deus quiser, terei um feliz Natal, em paz e com quem amo. Que todos possam ter um Natal assim!

Diga lá!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s