Lumia 800: objeto de desejo

 — Encomenda para a senhora – disse o Zé pelo interfone. – Vou botar no elevador da frente.

E lá fui eu pegar o que imaginava ser mais uma remessa de livros ou de DVDs. Em vez disso, um envelope grande meio amassado, embrulhando um objeto retangular. Rasguei o papel, e quem estava lá dentro? Uma caixinha azul, com fotos coloridas de algo com que, há meses, eu sonhava brincar: o Lumia 800, da Nokia, rodando o para mim inédito sistema Windows Phone!

Não gritei para não assustar os gatos, mas parei tudo o que estava fazendo para conferir o aparelhinho. Detalhe: quando nos enviam celulares para teste, como é o caso, o mais comum é recebermos aparelhos que já passaram pelas mãos de outros colegas. Não há problema algum nisso, exceto pelo fato de que se perde a sensação gostosa de abrir uma caixinha zero quilômetro. Pois o Lumia 800 que me olhava da caixa estava novinho em folha, embrulhado ainda no plástico que o recobria ao sair da fábrica.

Vocês podem argumentar que isso não tem muita importância, mas não é bem assim. O cuidado que uma empresa dispensa à embalagem do produto diz muito sobre a empresa e sobre as suas expectativas em relação àquele produto. Apesar de compacta – uma tendência que a Apple lançou com grande sucesso – a embalagem do Lumia é caprichada e vem com uma surpresa extra para o usuário, além do cabo/carregador e dos fones de ouvido: uma capinha de silicone na mesma cor do celular, para que os adeptos de capinhas não precisem correr o mercado atrás de proteção. Apesar de sempre usar meus aparelhos pelados, gostei desse toque, que demonstra consideração com os hábitos dos consumidores.

Tá, Cora, e o celular? E a tela? E o Windos Phone? Bom, vamos lá. Esclareço que estamos juntos há apenas uma semana, o que não é muito tempo para destrinchar um aparelhinho desses. Mas posso dizer, sem medo de errar, que o Lumia 800 é o mais interessante dos celulares que vejo em muito, muito tempo. Para começo de conversa, é lindo. Vem em cores diferentes, o que é uma alegria num mundo em que todos os smartphones decidiram ser brancos ou pretos. É muito bem acabado, e leva a idéia de monobloco às últimas conseqüências — o simcard e o slot do carregador ficam no topo do aparelho, debaixo de pequenas coberturas móveis de boa engenharia. Seguindo a tendência corrente, a bateria é embutida e não permite troca, mas tem boa vida útil. Tem também um bom aplicativo que nos avisa quanto temos de tempo útil e quanto tivemos até agora desde a última recarga: no momento, dando seus últimos suspiros, ele me informa que funciona há um dia e cinco horas.

Para quem está acostumado com celulares finos como Motorola Razr ou o Samsung Galaxy IIS, é meio gordinho – mas cai como uma luva na mão. O fato de ter a tela ligeiramente menor do que a desses dois faz dele um aparelho muito mais confortável para quem não tem mão de estivador. O look, em resumo, é matador.

Quanto ao Windows Phone, foi uma grata surpresa. Enfim uma interface completamente nova, que não deve nada nem ao Android nem ao IOS, e que consegue ser ao mesmo tempo bonita, intuitiva e poderosa. O Internet Explorer, que odeio no computador, funciona extremamente bem no celular. O Lumia 800 vem com um pequeno folheto de instruções que, a rigor, nem seria necessário. Tudo nele é muito “natural”, se é que se pode usar esse termo em relação a um produto manufaturado.

O Windows Phone foi, obviamente, feito para agradar aos olhos. A fonte é limpa e bem escolhida, a arrumação gráfica é um show, as imagens de fundo que enfeitam o player e alguns aplicativos são elegantes sem ser intrusivas.

E os defeitos? Que eu tenha percebido até agora, muito poucos – mas lembrem-se que só estou com o aparelho há uma semana. Para quem gosta de fazer vídeo chamadas, falta uma câmera frontal (para mim, não fez a menor diferença). Além disso, acho que o gerenciamento de contatos pode melhorar. No computo geral, são muito poucas falhas para muitas qualidades. Vou escrever mais a respeito do Lumia 800 à medida em que formos ficando mais íntimos — mas, desde já, acho que ele tem tudo para conquistar uma verdadeira legião de fãs.

 (O Globo, Economia, 7.4.2012)

Anúncios

29 respostas em “Lumia 800: objeto de desejo

  1. Olha eu to com um lumia 800 .. concordo com tudo oque vc falo e realmente ele e incrievel, so qe sei la nao sei se e pq me acostumei muito com o meu ”outro” celular na qual era Android e fiquei 2 ans com ele ._. mais sei la to estranhando muuuito o Windows phone e muuuito complicado… sem falar que o Market nossa o market da nokia ta muuito carente de aplicativos poxa.. mal tem aplicativos e os legais sao pagos… bom to a quase 1 mes com ele .. vamos ver no que da.. ‘_’

  2. Tive um N8 ( infelizmente foi furtado ) e hoje tenho um N9. O design do N9 e do Lumia 800 é o mesmo. O que muda é sistema operacional Meego Hartman (LINUX) e o hardware (Texas Instruments OMAP 3630). Muito bom… Ajudou muito as vendas da Nokia. Apesar de entusiasta da Nokia e seus aparelhos, os Lumia não devem nada por serem Windows Phone. Mas ainda espero que o N9 ganhe umas atualizações…

  3. depois de comprar um N8 em outubro e viver com ele na assitencia técnica…pq com menos de 1 mês de uso, ele deu problema! foram indas e vindas da assintencia técninca ( em SP), pra minha casa(RJ). se eu usei o N8 em 1 mês completo foi muito! consegui fazer com que a NOKIA, percebesse que o aparelho não tinha mais jeito e fazer a substituição..só que me informaram que nao tem mais o N8 para repor, então irá trocar pelo LUMIA 800, a câmara não é a mesma coisa..mas se ele funcionar já está valendo…rs!

  4. Olá Cora… gostaria de saber a sua opinião, pois estou com uma grande dúvida, se compro o Lumia 800, o N8 por causa da camera , o iPhone4s ou espero lançar o Lumia 900….vc tem idéia se vai demorar muito para lançar o Lumia 900????. vc poderia me ajudar?????? Obrigada minha querida…bjssssss

  5. Precisei ir até a Vivo pra resolver alguns problemas do meu celular, uns da configuração da conta e outro por que não estou conseguindo me conectar à internet com ele. Acabei descobrindo que depois que o Nokia 7230 resolveu praticar salto à distância, o que lhe valeu o apelido carinhoso de Maurren Maggi, algo se quebrou e não há muito o que fazer, já que o conserto ficará mais caro que ele.
    Aí, já que estava na loja da Vivo, e tinha créditos suficiente para comprar um Nokia Lumia 710 fiz a loucura. Só quero ver quanto tempo levarei pra me adaptar a um celular sem teclado físico, já que tenho a delicadeza de um pedreiro, apesar das mãos bem pequenas.

    Que ele é legal, com aquela tela grande, comparada aos anteriores, é bem legal.

  6. Ola, tenho uma curiosidade sobre esse celular: é possível compartilhar a internet 3g com um ipad? Tentei fazer isso com um blackberry mas não rolou. Um abraço.

  7. Bem, Cora, você tocou num assunto que me deixa ultra-curioso.
    E me desculpe a curiosidade, mas estes tais testes são por quanto tempo ?
    Porque eu sou critico de livros de TI e eles enviam o livro para mim e fica por aqui.
    Critico, mas não é para devolver…
    Há alguns caros, de mais de 100 dolares, mesmo assim é para ficar por aqui…

    • Acho que WP tá mto recente, e não sei se tem os apps básicos para nossa sobrevivência… quem sabe daqui 1 ano… =D….

      Mas isso acho que a Cora irá nos dizer nos próximos posts, agora que ela vai por o brinquedo a prova…

  8. isso é que é cronista boa, sô! escreveu tão bonito que me fez até sentir simpatia pelo bichinho. eheheh… de celular e Windows Phone eu não entendo nada, mas li sentindo vontade de um cafezinho coado, e isso só pode ser sinal de coisa bem escrita. gostei. obrigado!

  9. Vem cá, Cora, tu não qué sê minha biógrafa? Ou, melhor, posso me apossar do texto prá “me” autobiografar? A descrição do aparelhinho,, com algumas modificações,claro, adaptada para minha biografia, seria capaz até de fazer com que até alguma ex-namorada se arrependesse de ter me dado cano.
    Só não cabe “o look, em resumo, é matador”.

  10. – Cora. Certamente o meu próximo celular será um WP. Mas estou na dúvida entre os Lumia e o Samsung Omnia W. Dizem que a bateria do Omnia W é a melhor entre os WP . Seria bom que tivesse uma avaliação sua entre os Nokia Lumia e o Samsung WP . Isso se a Samsung lhe mandar um WP.

  11. Cora, tenho uma amiga que chegou com um Lumia 800 em meio a um mar de androids, que nós amigos dela temos (o meu Galaxy S – rodando rom do ICS via Cyanogen 🙂 – depois que meu nexus morreu), enfim, todos que pegaram o gadget na mão, não gritaram de vergonha, mas fizeram cara de espanto, inclusive eu… é simplesmente awesome, diferente de tudo como você disse. O que não gosto dele, é aquela flexinha que dá acesso ao menu, na minha opinião totalmente dispensável, daria pra otimizar mais e usar a faixa da tela que aquela flexinha ocupa.

    Gostei que o facebook já é integrado com o contatos, e sem contar que o hardware da nokia, pra mim e o melhor.

    O design minimalista do sistema agrada bastante. Mas acho que ainda não troco android por outra plataforma.

    Bjos e melhoras…..

  12. É espero que a Nokia volte com força, apesar de gostar do Android no Samsung sinto falta dá confiabilidade do cuidado e do acabamento Nokia.

  13. Gostei muito da descrição e concordo sobreforma com a observação sobre os pequenos cuidados do fabricante que dizem muito para os consumidores mais exigentes. Sou das viciadas em iphone, mas até me contagiou a ideia de experimentar o Lumia 800, irreverente em cores e promissor em funções.

Diga lá!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s