Diário de bordo — O feitiço de Katmandu

“Não importa de onde você saia, ou a que horas saia — você chegará em Katmandu sempre às sete da noite.”

Vocês se lembram do que foi a nossa vinda para Katmandu, não? A espera no avião, a fila tenebrosa do visto… Pois algo muito parecido, embora completamente diferente, nos aconteceu novamente agora, na volta de Lhasa. Saímos do hotel Tibet Minzu às 8h30, para pegar o vôo de meio-dia da Air China. E pegamos. E, ato contínuo, começamos a esperar dentro do avião lotado. Não havia teto em Katmandu. Às 14h30, desembarcamos; e continuamos a esperar.

Às 16h30, finalmente, embarcamos de novo. O vôo é curtinho, dura 1h15m e dá direito a vista do Evereste pelas janelas do lado direito. Quando chegamos a Katmandu, porém, o avião ficou dando voltas intermináveis sobre o aeroporto. Encurtando a história, passamos quase uma hora nisso.

Eu já estava no auge da preocupação, imaginando o perrengue que seria voltar a Lhasa, mas conseguimos aterrisar apesar das nuvens e da neblina. Bem a tempo de pegar a hora do rush.

Chegamos ao nosso querido Yak & Yeti às 19hs. Exaustos, famintos e estressados, como da vez anterior.

o O o

Ponto para a Air China: não se mantém passageiros indefinidamente dentro de um avião, como acontece nos Estados Unidos onde, recentemente, passageiros de diversos vôos ficaram até oito horas presos dentro de aviões parados por causa de condições metereológicas.

Outro ponto para a Air China: quando estavamos esperando já há uma hora, as aeromoças serviram sanduíches quentes. Fazia todo o sentido, porque ninguém tinha almoçado. Mais: quando desembarcamos, recebemos potes de miojo, que preparamos com água quente.

O fato de o miojo ser pimenta pura não é culpa da companhia aérea.

o O o

Voltar para Katmandu depois de Lhasa é um grande alívio. Com todo o caos e toda a sujeira, a cidade é um organismo natural, que fervilha de vida à sua maneira. Lhasa, coitada, é uma cidade dominada, onde a calma é artificial e onde tudo parece jogo de cena. Mesmo quem não fala a língua e não conhece os costumes, como nós, consegue sentir isso na pele; imagino o que não deve pesar aquele clima para os tibetanos.

Também foi um grande alívio trocar os mármores e as frescuras do Tibet Minzu pela simpatia do Yak & Yeti, que não tem maiores luxos mas é um hotel altamente competente.

O movimento no lobby faz, por si só, toda a diferença. O Yak & Yeti é um genuíno hotel cosmopolita, com hóspedes vindos de todas as partes do mundo, fazendo uma algaravia numa quantidade de idiomas diferentes. No Tibet Minzu o nosso grupo era a única nota exótica num mundo uniforme de chineses.

o O o

Jantar no excelente bufê do Yak & Yeti, depois de uma semana de comida tibetana, foi uma alegria só. Não havia manteiga de iaque em nada e, por outro lado, havia mil coisinhas para fazer a felicidade de ocidentais sem remédio: bifes acebolados com purê de batata, presunto caramelado, saladinhas diversas, massas, queijos, sobremesas deliciosas. Havia também uma variedade de pratos indianos, mas nós os ignoramos solenemente.

Curiosidade gastronômica tem hora.

Anúncios

11 respostas em “Diário de bordo — O feitiço de Katmandu

  1. Acho que Imaginar a sua viagem, viajando aqui no blog, me dá tanto ou mais emoção do que se estivesse experimentando concretamente a aventura. O certo seria você vender acesso ao internETC!!!
    😉

  2. Bem vinda ao mundo semi ocidental!!!!! Entrei no site do Yak And Yeti quando voce chegou ao Nepal , no inicio do mes, e de cara adorei. O hotel eh muiiito confortavel tem um jardim gloriosos e lembra muito aquelas casas inglesas da India Imperial. Alias o dono deve ser ingles, ou pelo menos tem o humor fino britanico, pelo nome que deu ao Hotel,
    Quanto aa Air China ja pensou se fosse aqui na Patria Amada e se ao inves da Air China voce estivesse numa daquelas Cias de avião que sao super economicas e so servem comida quase virtual???????

Diga lá!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s