Compras online

Comprei dois objetos relativamente caros através do MercadoLivre, site de vendas que corresponde, no Brasil, ao norte-americano eBay. Bastou comentar o fato com amigos para ganhar status de criatura destemida, que gosta de viver perigosamente. O interessante é que eu não estava entre novatos na rede, mas sim gente bem familiarizada com a internet, com anos de estrada e muitas compras via amazon.com nas costas.

Não devia ter me surpreendido. Se ainda há quem não confie inteiramente em fazer compras online em empresas como o submarino.com.br, não é de estranhar a desconfiança num site de comércio eletrônico como o MercadoLivre, onde a negociação é feita indivíduo a indivíduo.

Todo mundo conhece alguma história de horror tendo o MercadoLivre como cenário, e o que não falta na rede são foruns e blogs de usuários lesados.

Contribuem para aumentar a ansiedade dos usuários a interface bisonha e a navegação horrenda do site, a falta de clareza dos seus textos e a ausência de um suporte no qual se sinta um mínimo de firmeza.

Mas tudo é relativo. Quantas histórias de horror todos nós não conhecemos envolvendo o comércio convencional? Nesse exato momento, a minha filha – para não ir mais longe – está às turras com uma loja de colchões safada que lhe vendeu um produto defeituoso e recusa-se a trocá-lo ou a recebê-lo de volta. Não ocorre a ninguém culpar o shopping em que a loja está localizada, porque há tempos assimilamos o fato de que um shopping é uma reunião de lojas, e não a loja em si mesma.

O MercadoLivre é essencialmente um shopping virtual, um ponto de encontro entre compradores e vendedores – mas, ao contrário dos shoppings da vida real, é, ao mesmo tempo, a grife sob a qual reúne-se toda essa gente.

“Toda essa gente”, de acordo com dados do próprio MercadoLivre, são mais de 55 milhões de pessoas, espalhadas por 13 países, que, em doze anos, foram responsáveis por meio bilhão de anúncios. São números impressionantes.

Nunca tive problemas com compras feitas por lá. No ano passado passei relativamente perto disso, mas a questão resolveu-se sem traumas: comprei um Nokia N95 de um vendedor de Salvador que, duas semanas depois, ainda não me tinha enviado o aparelho. Cancelei a operação, e ele restituiu o que eu havia pago. Final feliz, ainda que um pouco demorado. As recentes compras, feitas com dois diferentes vendedores, transcorreram sem sobressaltos.

É claro que é preciso um mínimo de cuidado na hora de gastar online. Recomendo a quem quer se aventurar em campo um mínimo de precauções. Desconfiar de preços muito maravilhosos é a principal delas: milagres não existem. Ler com cuidado a descrição do produto e as credenciais do vendedor é outro passo fundamental para quem quer evitar chateações. Cheque quantos produtos semelhantes ao que você quer ovendedor já vendeu, e leia as qualificações que recebeu de outros usuários. Não tenha medo de passar por chato, e faça, antes da compra, todas as perguntas que quiser a respeito do produto e do frete.

Pague da forma que lhe for mais conveniente em caso de produtos baratinhos, mas prefira usar o Mercado Pago quando o valor pesar no bolso. Como ele pertence ao MercadoLivre, sofre dos mesmos defeitos de nascença, da navegabilidade à clareza: acho que os dois estão entre as páginas menos amigáveis da rede. O sistema, porém, que utiliza o mesmo princípio do PayPal, é bastante seguro. O dinheiro é entregue ao Mercado Pago, que o repassa ao vendedor apenas quando o comprador confirma o recebimento da mercadoria.

A turma da foto de celular passou o 7 de setembro a postos. O Dia da Independência foi saudado por uma profusão de imagens em verde e amarelo, intercaladas por fotos das manifestações de protesto, subidas em tempo real. As fotos de hoje são exemplos do que se viu no Instagram. Passando o mouse por cima da foto, você vê o nome do autor e onde foi tirada.

(O Globo, Economia, 10.09.2011)

50 respostas em “Compras online

  1. Queridos todos, obrigada pela atenção que vcs têm dado à minha pesquisa sobre Edyr de Fabris (ou Edir Tourinho ou Edir Austregésilo, que é a mesma pessoa). Ela tem várias críticas de jornal beeeem favoráveis a ela, inclusive uma do Mário de Andrade.
    Sobre a canção Macumba, Waldemar Henrique tem uma canção chamada Macumba TAMBÉM., assim como o José Siqueira. Essa canção (a do Lorenzo Fernandez) foi estreada pelo Adacto Fllho, é citada em vários lugares (Andrade Muricy, Bruno Kiefer), mas vai saber onde ela está…Na BN não existe NENHUM manuscrito de canção para voz e piano do Lorenzo Fernandez. A família dele (mais precisamente a filha D. Marina e a sobrinha Cecília Conde) não tiveram acesso ou controle sobre a obra dele, uma vez que a segunda mulher não se dava com os filhos e nessa muita coisa se perdeu (por exemplo toda a obra autógrafa para canto e piano). Esta segunda mulher já faleceu, deixou muita coisa para a BN, mas não deixou herdeiros. Vai saber onde foram parar as partituras…É isso aí, pessoal, qualquer notícia, agradeço penhoradamente. Bj, Veruschka

  2. Pessoal querido
    Estou precisando de uma ajuda musical. Tenho uma orientanda que está escrevendo tese sobre o compositor brasileiro Lorenzo Fernandez. Ela precisa desesperadamente da partitura de uma canção chamada “Macumba” sobre texto de Murilo Araújo. Alguém de vocês tem alguma idéia brilhante? Tom, você que resolve tudo, conhece todo mundo e sabe sempre onde conseguir todas as informações, help?
    Outra coisa. Precisamos muito de toda e qualquer informação sobre os cantores Edir Tourinho (ou Edir de Fabris) e Adacto Filho…
    Mil obrigadas antecipados….

    • Eu acho – Tom Pode confirmar…que é na Biblioteca Nacional que ficam os registros das partituras. Caso não seja lá, se informar onde é esse local. Vc pode ligar para um estudio de gravacao e se informar.

      • Ah, Leo, claro que já fomos lá! Não preciso das bibliotecas. Preciso dos contatos pessoais, das tias velhas que cantaram a peça…. ela está perdida, e nossas bibliotecas não têm este registro

    • oi Laura:
      – Minha primeira opção seria a sugestão do Leo: BN
      – ‘tias velhas’ não têm no Google, mas eis o que encontrei:

      Tem certeza que é do Lorenzo Fernandez? Não consta das partituras dele.

      Numa outra página, sobre Waldemar Henrique: “De volta ao Rio de Janeiro passou a estudar harmonia, contraponto e fuga com Newton Pádua e composição com Oscar Lorenzo Fernandez. Em 1936 estreou com a irmã no Cassino do Copacabana Palace Hotel. No mesmo ano realizou com a mesma Mara uma excursão ao Norte e Nordeste do país. Neste ano compôs o batuque canção “Macumba” para o filme “Cidade mulher” (1936) de Carmen Santos.”

      Ou seja, atribui a Henrique a composição. Se é esta a música procurada, deve existir cópia do filme (e, portanto, da música) numa Cinemateca

      Edir de Fabris só consta como merecedor desta dedicatória.

      Adacto Filho tem mais referências no Google

      • Tomzinho e outros queridos
        A B.N. já foi devidamente inspeccionada…A peça “Macumba” está listada num catálogo da Editora Vitale junto com outras peças de L.F. Mas ainda não conseguimos localizá-la.
        Edir de Fabris era uma cantora (mulher) e foi a responsável pela estréia de inúmeras peças de LF.
        Mas estamos mesmo atrás de memórias de tias velhas que lembrassem: quem foi Edir? Alguém tem fotos? É parente de alguém? fez carreira de quando a quando?
        E Adacto? Primos? Primas? Sobrinhos? Netos?

        E Adacto?

    • Acho que Mario de Andrade fala num livro de pesquisa dele sobre o cancioneiro popular brasileiro em uma canção de nome parecido, não posso garantir, mas posso tentar encontrar, se achar o livro volto aqui,
      um abraço,
      vera

  3. A desculpa “padrão” do suporte do Mercado Livre, quando alguém reclama, é que eles, como intermediários, têm nada a ver com a escolha dos compradores, às vezes enganados por bandidos, *que eles intermediam*: cedem espaço, publicidade e ferramentas!

    Se pudermos, com boa vontade, esquecer esse “pequeno” detalhe, o próprio Mercado Livre “incentiva” a má-fé (frequentemente penso que eles mesmos agem assim!).

    Sou usuário do sistema desde 2004, como comprador eventual. Nunca havia tido problemas até o início desse ano, quando, depois de me informar sobre a disponibilidade de umproduto, resolvi efetuar a compra. Valor baixo, diga-se. Muito tempo depois do prazo para a entrega, eu ainda brigava para concluir o negócio, mas desisti. Diligentemente, informei isso ao vendedor e o qualifiquei de maneira neutra. Pois o bandido me “negativou”, dizendo que eu “forcei” a compra e que, porque exigi meus direitos — assim concluo –, não sou apto a ser recomendado.

    É claro que recorri ao Mercado Livre, então descobri a bandidagem do intermediário: até então com 100% de qualificação positiva, meus brios e meu sentimento de ética e justiça valem NADA diante da quantidade de negócios que o mentiroso e desonesto vendedor proporciona ao Mercado Livre em detrimento de gente séria, mas pouco “lucrativa”.

  4. Corinha, desculpa explorar seu espaço e seus leitores, mas estou meio desesperada pq configurei meu celular galaxy SI 9003 em chinês ou japonês, e não sei como reverter para o português, não entendo nadinha do que está escrito, será que alguém me ajuda, se não for pedir demais?
    Mais uma vez, desculpe, e um grande obrigada,
    Vera

    • Desculpe pelo incômodo, liguei pra samsung e eles me ajudaram por telefone mesmo,
      um abraço, merci,
      vera

  5. AMAZON é tranquilo.
    Outra loja muito boa e que envia para a sua casa, tudo perfeitinho, é a B & H de Nova York.
    Comprei um super gravador com HD interno Pioneer. Chegou 5 dias uteis depois ! São super atenciosos e ainda por cima falam português. ( Isso que está na moda agora, porque viramos os novos japoneses – estamos em todos os lugares – eles já tinham há 15 anos ! Falamos português ! – e não “hablamos português” como vi em uma loja na quinta avenida ! )
    http://www.bhphotovideo.com/

  6. Ja comprei e ja vendi muita coisa no Mercado Livre. Uma vez, muitos anos atras, tive problemas – paguei e não recebi. Para mim, o grande erro, e que deveria ser considerado ilegal (ja que o ML lucra com as transações dos clientes) é nao exisitir um ‘Fale Conosco’. Não há nenhum canal de atendimento aos clientes – nada, nada, nada – só as bobagens FAQ que não resolvem… Pra mim, isso é um tremendo desrespeito dos donos do ML com quem paga a eles pelo serviço de intermediação.

  7. Compro no Amazon com certa regularidade (meu marido diz que qdo eles leem meu nome jã dizem: “ah! nossa amiga Hetie de novo” de tanto que compro com eles…hahahah). Nunca tive problema e até recebo antes do prazo estipulado por eles. Acho pratico e seguro, pelo menos por aqui…Abraços a todos.

  8. Eu sou uma que tem preconceito com o ML. Digo que é preconceito pq ouvi tantas histórias ruins que nunca tive coragem de experimentar comprar por ali.

  9. Oi, corinha, concordo com suas observaçoões, eu já tive medo do merdadolivre, hoje não apenas compro (estou aguardando um smarthphone chegar), como também vendo por lá. Aliás, vender coisas tem sido uma descoberta pra mim, estou adorando, mesmo gastando muito mais em compras do que ganhando em vendas ::)
    beijo,
    vera

  10. Sempre compro no ML, sem problemas. Há alguns meses tive problema qdo comprei um ipad usado e fiz a negociação pelo pagseguro, da uol. Não recebi o produto nem o dinheiro de volta, vom mover um processo contra eles. Não desisti e comprei o ipad de outro vendedor, pelo Mercado Pago, sem problemas. Compro também na ebay produtos que vão até 50 dólares pra não pagar imposto, muitas coisas, principalmente as que vêm da china não cobram frete, e o preço é ao menos um terço do preço no Brasil. Demora um mês pra chegar, mas sempre recebi tudo ok, sempre olhando as qualificações positivas. Tive problema com a compra do ipad pois confiei num serviço não confiável, infelizmente. Tem que tomar cuidado e ficar de olho, pois vc está fazendo negociações direto com o vendedor, que vc não sabe quem é. Agora qualquer coisa mais valiosa que for comprar só compro pelo mercado pago. Já havia comprado várias anteriormente e sem problema nenhum.

    • sempre é bom lembrar e esclarecer que NÃO EXISTE MAIS a isenção de US$ 50.

      Sendo o remetente Pessoa Física, TODA e QUALQUER a mercadoria (que não sejam LIVROS) está sujeita a Taxas de 60% do Valor+Frete

      Mas como é por AMOSTRAGEM ALEATÓRIA, podemos receber as mercadorias estrangeiras em casa, isentas de taxas.

      por isso, fico de dedos cruzados a cada encomenda

  11. Bom, eu sou usuário desde sempre do Mercado Livre, sem nenhum problema. A dica a Cora já deu mas não custa enfatizar: verifique bem a avaliação do vendedor e tire todas as dúvidas antes de fechar a aquisição. Ah sim, se possível, use o Mercado Pago, uma garantia em caso de, digamos assim, “mal entendidos”. Lembrem-se que a alternativa é o falecido jornal Balcão, onde as compras eram feitas por telefones, quase sem nenhuma informação sobre o produto.

  12. Ola em nome Roberto Nito fico feliz de ter postado as fotos da nossa tag #emprogresso do instagram o @igersbrasil fica muito feliz obrigado

  13. O que aconteceu no Instagram dia 7 de setembro foi idealizado e organizado pelo @igersbrasil. Não apenas pelo Instagram. Aliás, jamaias teria acontecido essa profusão sem o @igersbrasil

      • Olá Cora, primeiramente preciso agradecer MUITO a escolha por uma de minhas fotos, obrigada!!!

        Sobre a referência acima vamos usar o “deixa disso”, a manifestação e a ação era de todos… todos os que organizaram, todos que participaram e todos os que contribuíram para que o mesmo acontecesse.

        Há você CORA só tenho mesmo que agradecer… mais uma vez OBRIGADA!!!

        Emanuelle Romani
        @manu01 em INSTAGRAM

  14. Estranho o comentário da colunista. Criticou a interface do MercadoLivre e a navegabilidade. Sinceramente sites como o ML não são muito diferentes, são feios mesmo, ou me digam que o E-bay é diferente ? A navegabilidade é boa, nada demais, vejo sempre guitarras, amplificadores, por tipo, por área, por produto, funciona normalmente. Aí no comentário da colunista vem tres fotos que não tem nenhuma relação com o tema do texto e me diz q o ML que é incoerente ? Fala sério, acha que sabe muito.

  15. Vendo (poucas) licenças de meu software através de um processador de pedidos internacional (ShareIt), que aceita tudo que é cartão e moeda. Aí me aparece um sujeito de Ribeirão Preto desejando comprar diretamente de mim e depositar o (pouco) dinheiro em minha conta bancária. Topo. Mando o software com a licença mais os dados para depósito. O sujeito então pergunta como pode devolver o produto, facilmente copiável, mesmo tendo tido todo tempo necessário para avaliar a amostra grátis para teste. Respondi-lhe com a lista de todas as delegacias de polícia de Ribeirão Preto (obrigado, google) e o prazo de 24 horas para fazer o depósito, ou então toda a cidade ficaria sabendo da existência de um batedor de carteiras na área. Deu trabalho, mas o espertalhão pagou.

  16. Pois eu não fui feliz.
    Comprei um item por lá e eles pedem que vc classifique o vendedor, só que estão interessados em saber se o vendedor vendeu realmente o que estava previsto.
    Isso aconteceu.
    Só que o troço não funcionava e eu não pude desqualificar o vendedor, porque ele realmente vendeu o que estava previsto, mas não funcionou !
    Eu hein… Mercado Livre jamais !

  17. Uma boa dica de segurança é ler os comentários de quem já comprou. O próprio Mercado Livre cobra do comprador uma avaliação sobre o resultado da venda. Até hoje estou te esperando me aceitar no seu face, tá! rs

  18. Eu uso com uma certa naturalidade o ML. Sempre uso o Mercado Pago. Recentemente comprei um Flash que tb nao foi muito barato. O Equipamento chegou, fiz todos os testes necessários e depois, ja tranquilo que tudo estava ok, liberei o pagamento para o vendedor. Alguns vendedores dizem que nao gostam de usar o mercado pago pq o ML demora para pagar. Ora, se ta com pressa anuncia nos classificados de sua cidade.

Diga lá!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s